bangu mundial 00 2

BANGU, CAMPEÃO DO MUNDO DE 1960

No dia 6 de agosto de 1960, domingo, o Bangu Atlético Clube comandado pelo técnico Elba de Pádua Lima, o saudoso “Tim”, entrou em campo para entrar para a história. Se tornava o melhor time do planeta!

bangu mundial 000

Ilustração: acervo Futbox.

O local da proeza foi o Estádio Polo Grounds, diante de 25.440 pessoas. O adversário, o clube escocês Kilmarnock Football Club. Os “Mulatinhos Rosados”, como eram chamados na época, colocaram os escoceses na roda e venceram por 2 a 0. Ao final da partida o mundo conheceu quem era aquele “pequeno gigante” clube brasileiro.

Mas o Bangu ganhou o que exatamente?

A International Soccer League – ISL, conhecida também pelo nome “New York International Tournament” ou “Torneio Mundial de Nova York” – como ficou conhecida no Brasil – foi uma competição de futebol realizada em Nova York (EUA) entre os anos de 1960 e 1965.

bangu mundial 03

Posters das edições de 1961 e 1962.

bangu mundial 09

West Ham Utd (ENG), edição de 1963.

Quando a ISL foi criada, o futebol nos EUA era gerido pela United States Soccer Football Association (USSFA). Como a entidade era membro da FIFA, possuia autonomia para criar a competição que foi reconhecida inclusive, pela própria Fédération Internationale de Football Association, como noticiado em 24 de maio de 1961 pelos jornais The New York Times (EUA) e O Estado de São Paulo (BRA).

A autorização para a realização do campeonato foi ratificada por Stanley Rous, então presidente da Associação Inglesa de Futebol, secretário-geral e vice-presidente da FIFA, que seria também presidente da entidade entre 1962 e 1974. O próprio Stanley Rous em 1950, então secretário-geral da FIFA, propôs à CBD a criação da “Copa Rio Internacional“, e no final dos anos 1960, propôs à FIFA a criação da Copa do Mundo de Clubes. Rous foi um visionário e, sem dúvida, um dos maiores presidentes que a FIFA elegeu até hoje.

A competição

Em 1960, William Cox, empresário americano e proprietário do Philadelphia Philies (equipe de Basebol dos EUA) viu um mercado em potencial no país para o futebol de alto rendimento. Percebendo que os clubes da Liga Americana não apresentavam um futebol suficientemente vistoso para atrair novos fãs, iniciou sua prospecção para convidar equipes europeias e sul-americanas para a realização de um campeonato internacional de clubes.

Campeão mundial dois anos antes, o Brasil foi um dos primeiros países a receber o convite. O representante escolhido foi o Bangu Atlético Clube, vice-campeão carioca de 1959. Fluminense, campeão carioca daquele ano, e Palmeiras, campeão paulista, não puderam participar, já que disputavam o Torneio Rio-São Paulo, de grande expressão na época. O convite acabou chegando às mãos do Bangu. O alvirrubro cancelou uma viagem marcada para a Europa para então disputar o “Mundial Interclubes” na cidade de Nova York.

bangu mundial 02

Poster edição de 1963.

Sem saber ao certo se aquela aventura pelas terras norte-americanas seria rentável financeiramente, o presidente do Bangu, Maurício César Buscácio, ao contrário dos dirigentes de Fluminense e Palmeiras, preferiu arriscar. Naquele momento, era mais importante o título do que os lucros, que inclusive, vieram depois.

Viajaram à Nova York, no dia 30 de junho de 1960, 17 atletas do Bangu, além do técnico Tim, o chefe da delegação Sérgio Vasconcelos, o médico Ivon Côrtes e o jornalista da Rádio Nacional Antônio Cordeiro.

Participantes da Primeira ISL – International Soccer League, em 1960:

• New York Americans*: convidado (país sede)
• Bangu Atlético Clube: vice-campeão Carioca de 1959
• Burnley Football Club: campeão Inglês de 1959/60
• Estrela Vermelha de Belgrado: campeão Iugoslavo de 1959/60
• FC Bayern München: 3º lugar Oberliga Süd de 1959/60
• Glenavon Football Club: campeão Norte-Irlandês de 1959/60
• IFK Norrköping: campeão Sueco de 1960
• Kilmarnock Football Club: vice-campeão Escocês de 1959/60
• Sporting Clube de Portugal: vice-campeão Português de 1959/60
• Sportklub Rapid Wien: campeão Austríaco de 1959/60
• OGC Nice: campeão francês de 1958/59
• Unione Calcio Sampdoria: 5º lugar Campeonato Italiano de 1958/59

* William Cox levou para os Estados Unidos dez equipes europeias, uma sul-americana e montou um time formado basicamente por imigrantes para representar sua pátria: o New York Americans.

As equipes foram divididas em dois grupos. Na regra da competição só o primeiro colocado de cada grupo se classificava para a grande final:

Grupo 1: Kilmarnock, Burnley, Nice, New York Americans, Bayern de Munique e Glenavon F.C.

Grupo 2: Bangu, Estrela Vermelha, Sampdoria, Sporting, IFK Norrköping e Rapid Wien.

Com média de mais de 15 mil torcedores por partida, o Bangu foi a grande sensação da primeira fase. Jogando um futebol vistoso os brasileiros se classificaram invictos para a grande final. Destaque para a dupla Zé Maria e Luís Carlos, artilheiros da equipe na primeira fase, com cinco gols cada.

Jogos do Bangu na primeira fase. Todos realizados no estádio Polo Grounds:

• 4 de Julho: Bangu 4 x 0 Sampdoria
• 10 de Julho: Bangu 3 x 2 Rapid Wien
• 16 de Julho: Bangu 5 x 1 Sporting
• 20 de Julho: Bangu 0 x 0 IFK Norrköping
• 31 de Julho: Bangu 2 x 0 Estrela Vermelha

A Final de 1960

Em jogo único, no dia 6 de agosto de 1960, o Bangu bateu o clube escocês Kilmarnock, com dois gols de Válter, e faturou o título inédito para o Brasil. Em um dos atos mais memoráveis da história do futebol, após o final da partida, os próprios jogadores do time escoces carregaram nos braços o capitão do alvirrubro carioca Décio Esteves.

bangu mundial 12

Ilustração: acervo Futbox.

bangu mundial 01

Bangu campeão do mundo de 1960!

bangu mundial 04

Tim e o troféu de campeão da ISL

Escalação do Bangu, campeão mundial de 1960:

1 – Ubirajara
2 – Joel
3 – Darci Faria
4 – Zózimo
5 – Ananias
6 – Nilton dos Santos
7 – Correia
8 – Zé Maria
9 – Décio Esteves (C)
10 – Válter
11 – Beto
12 – Aílton
13 – Mário Tito
14 – Paulo César
15 – Ademir da Guia
16 – Luís Carlos
17 – Durval

Todos os campeões da ISL de 1960 a 1965:

• 1960: Bangu Atlético Clube (Bra)
• 1961: Dukla Prague (Cze)
• 1962: Dukla Prague (Cze)
• 1963: Dukla Prague (Cze)
• 1964: Dukla Prague (Cze)
• 1965: Polonia Bytom (Pol)

bangu mundial 05

Dukla Praha, antiga Tchecoslováquia: Tetracampeão 1961-64

bangu mundial 06

Dirigentes do Polonia Bytom com o troféu de 1965.

bangu mundial 07

Chegada dos campeões em Bytom (POL)

bangu mundial 08

1965: a cidade de Bytom em festa.

O fim da competição

Em 1965 a USSFA proibiu seu idealizador, William Cox, de importar equipes para os EUA e ameaçou declarar a ISL uma liga “fora da lei”. Cox foi forçado a terminar a competição, mas processou USSFA no tribunal federal por violações de antitruste, processo que ele ganhou anos depois.

Curiosidades

1ª) Um certo Ademir da Guia, ainda menino, fazia seu primeiro ano no profissional, e após o jogo contra a Sampdoria foi comparado pelos jornalistas que cobriam o evento ao grande jogador de basquete norte-americano, Marques Haynes. Sua habilidade com a bola encantou tanto o público quanto uma exibição do famoso Globetrotter da década de 60. Apesar dos elogios, Ademir da Guia era apenas reserva quando disputou a competição;

2ª) O modelo da ISL, finalizada à força em 1965, foi usado novamente em 1967 quando a “United Soccer Association” importou equipes estrangeiras para preencher sua Liga, e novamente em 1969, quando a North American Soccer League (NASL) usou equipes estrangeiras para a primeira metade da sua temporada;

3ª) Em 1967 inclusive, William Cox se juntou a vários outros investidores para fundar a Liga Nacional de Futebol Profissional, que no ano seguinte fundiu-se com a “United Soccer Association” para se tornar o NASL, que receberia durante a década seguinte jogadores famosos como Pelé, Carlos Alberto, Alan Ball, Gordon Banks, George Best, Franz Beckenbauer, Roberto Cabañas, Giorgio Chinaglia, Johan Cruijff, Teofilo Cubillas, Eusébio, Bobby Moore, Gerd Müller, Johan Neeskens e Hugo Sánchez.

Reconhecimento

Nunca houve nenhuma mobilização por parte dos seus dirigentes para que o título do Bangu de 1960 fosse considerado um “Mundial”, ou mesmo oficial (a FIFA o considera um torneio amistoso). Talvez por desconhecimento ou pelas condições financeiras que envolvam um pedido desse tipo à FIFA, que requer inúmeros protocolos, sempre muito caros e pagos à própria entidade, para tal reconhecimento.

O fato é que a competição existiu, envolveu vários clubes famosos e campeões nacionais, e teve ainda o reconhecimento do público e da midia jornalística da época.

Viva o Bangu Atlético Clube! Campeão do mundo de 1960.

 

Veja imagens e lances históricos da final:

 

Fontes:

Projeto Futbox
Ludopédio
The Guardian
Lance
Bangu.net
Blog A Moment of Brilliance
Blog They Fly So High
Blog História do Futebol
• Wikipedia

creative commons

Categorias: Campeonatos / ClubesPágina inicial

Adriano Ávila

A prova inquestionável que existe vida inteligente fora da Terra é que eles nunca tentaram contato com a gente.

Veja todos os posts de

Veja também: