11_12_santa_catarina_bandeira

Brasileirão sem Eixo

Com o aumento das receitas de TV para Corinthians e Flamengo, muito se ouviu sobre os rumos do futebol brasileiro. As principais teorias apontavam que o Brasileirão viraria um Campeonato Espanhol, com a hegemonia de dois clubes. O domínio do eixo Rio-São Paulo era e ainda é cada vez mais temido.

Especulações à parte, o Brasileirão 2013 mostrou um cenário completamente diferente e projetou um 2014 sem o tal eixo fortalecido.

Essa foi a segunda vez na era dos pontos corridos que um clube fora de Rio-São Paulo vence o campeonato. Assim como em 2003, o Cruzeiro foi o responsável pela façanha. Naquela edição, o Santos ficou com a vice-liderança. São Paulo e São Caetano completaram o G-4. Mas em 2013, Grêmio e Atlético-PR ficaram com a 2ª e 3ª colocações.

O 4º lugar Botafogo pode ganhar a vaga na Libertadores caso a Ponte Preta não vença a Copa Sul-Americana. Sem paulistas no G-4 (1ª vez nos pontos corridos), a Libertadores pode não ter representantes de São Paulo, o que não acontecia desde 1998. Os outros brasileiros na competição são o Atlético-MG, atual campeão, e o Flamengo, que venceu a Copa do Brasil.

Sim. A Libertadores pode ter dois cariocas. Em compensação, o Brasileirão 2014 também, já que Fluminense e Vasco foram rebaixados (a Portuguesa ainda pode ser rebaixada no lugar do Flu pela escalação irregular de Héverton contra o Grêmio). Se a Lusa permanecer na Série A, o número de paulistas será mantido. O Palmeiras, campeão da Série B, ocupa a vaga da rebaixada Ponte Preta. Observe: no G-4, um do eixo. No Z-4, três.

O mapa do Brasileirão mudou. Em 2014, Santa Catarina será o 2º Estado com mais representantes na elite: três (Criciúma, Chapecoense e Figueirense). Serão apenas sete clubes do eixo na Série A do ano que vem. O menor número na história dos pontos corridos.

Criciúma, Figueirense e Chapecoense representam SC na Série A

Criciúma, Figueirense e Chapecoense representam SC na Série A

Confira ano a ano, o G-4, os rebaixados e o número de clubes do eixo Rio-São Paulo no atual formato do Brasileirão.

2013: G-4: Cruzeiro, Grêmio, Atlético-PR e Botafogo
Rebaixados: Fluminense (ou Portuguesa), Vasco, Ponte Preta e Náutico
Eixo Rio-São Paulo: 5 paulistas e 4 cariocas

2012: G-4: Fluminense, Atlético-MG, Grêmio e São Paulo
Rebaixados: Sport, Palmeiras, Atlético-GO e Figueirense
Eixo Rio-São Paulo: 6 paulistas e 4 cariocas

2011: G-4: Corinthians, Vasco, Fluminense e Flamengo
Rebaixados: Atlético-PR, Ceará, América-MG e Avaí
Eixo Rio-São Paulo: 4 paulistas e 4 cariocas

2010: G-4: Fluminense, Cruzeiro, Corinthians e Grêmio
Rebaixados: Vitória, Guarani, Goiás e Grêmio Prudente
Eixo Rio-São Paulo: 6 paulistas e 4 cariocas

2009: G-4: Flamengo, Internacional, São Paulo e Cruzeiro
Rebaixados: Coritiba, Santo André, Náutico e Sport
Eixo Rio-São Paulo: 6 paulistas e 3 cariocas

2008: G-4: São Paulo, Grêmio, Cruzeiro e Palmeiras
Rebaixados: Figueirense, Vasco, Portuguesa e Ipatinga
Eixo Rio-São Paulo: 4 paulistas e 4 cariocas

2007: G-4: São Paulo, Santos, Flamengo e Fluminense
Rebaixados: Corinthians, Juventude, Paraná e América-RN
Eixo Rio-São Paulo: 4 paulistas e 4 cariocas

2006: G-4: São Paulo, Internacional, Grêmio e Santos
Rebaixados: Ponte Preta, Fortaleza, São Caetano e Santa Cruz
Eixo Rio-São Paulo: 6 paulistas e 4 cariocas

2005: G-4: Corinthians, Internacional, Goiás e Palmeiras
Rebaixados: Coritiba, Atlético-MG, Paysandu e Brasiliense
Eixo Rio-São Paulo: 6 paulistas e 4 cariocas (22 clubes)

2004: G-4: Santos, Atlético-PR, São Paulo e Palmeiras
Rebaixados: Criciúma, Guarani, Vitória e Grêmio
Eixo Rio-São Paulo: 7 paulistas e 4 cariocas (24 clubes)

2003: G-4: Cruzeiro, Santos, São Paulo e São Caetano
Rebaixados: Ponte Preta, Paysandu, Fortaleza e Bahia
Eixo Rio-São Paulo: 6 paulistas e 3 cariocas (24 clubes)

Categorias: Campeonatos / ClubesPágina inicial

Gabriel Godoy

Jornalista; frustrou-se na tentativa de ser um jogador profissional; peladeiro; apaixonado por futebol de campo, de rua, de botão, de vídeo-game...

Veja todos os posts de

Veja também: