cam_lib

O Atlético-MG é o Brasil na Libertadores?

O Atlético é o Brasil na Libertadores? Não, não é. Pergunte a um cruzeirense ou a um americano o que eles acham disso. Você já deve imaginar a resposta. Provavelmente um corinthiano deve pensar o mesmo.

Tanto não representa que alguns jogos não são transmitidos em todas as praças. Preferem um filme “inédito”.

A Libertadores não é um torneio de seleções, e sim, de clubes. Corinthians, Inter, São Paulo e outros brasileiros também não representaram.

Existe um abismo entre dizer que o Galo é o único brasileiro no torneio e dizer que o Galo é o Brasil na Libertadores.

Se a ideia desse discurso é a união, é preciso rever alguns conceitos.

Acredito que nem os próprios atleticanos assumam essa postura. Não querem a torcida dos rivais.

Quem se lembra do célebre “o Boca é o Brasil na Libertadores”, em 2012? É isso.

Você não gosta da Argentina? Tudo bem, mas vai torcer para um time de lá contra o seu rival.

Você pode achar que eu estou generalizando? Pode. Mas sempre vi o futebol dessa maneira. Para um torcedor o que importa é o seu clube e não o resto.

Um clube representa sua própria nação. É o seu próprio país.

Categorias: Campeonatos / Clubes / OpiniãoPágina inicial

André Fidusi

Publicitário e jornalista por formação, ilustrador por vocação. Futebol na veia. Quem pede recebe, quem desloca tem preferência. Pegar de pé é dibra. Vamo que vamo!

Veja todos os posts de

Veja também: