vai_vem

Mercado da Bola

Janeiro de 2000. Como bom mineiro, fui passar minhas férias em Cabo Frio. Tinha 13 anos e minha maior preocupação era com o Mercado da Bola (e com os torneios de jacarezinho que o meu tio organizava). Quem o meu time contratou? Quem vai embora? E o meu arquirrival: se reforçou bem ou só está trazendo perna de pau?

8h da manhã e eu já estava de pé para mais um dia de praia. Protetor solar daqui, guarda-sol acolá. Também não podia esquecer as raquetes de frescobol para os intervalos dos torneios de jacarezinho. Se a turma animasse, a bola de futebol também estava debaixo dos braços.

10h da manhã e finalmente conseguíamos sair de casa. Antes de chegar a praia, um velho ritual: “Mãe, me dá um real?”. Não queria picolé. Muito menos refrigerante ou água de coco. Pegava o dinheiro e corria até a banca mais próxima para comprar um jornal de esportes.

O jornal não precisava trazer as notícias esmiuçadas dos clubes da minha cidade. Muito menos da minha cidade. Só queria abrir no “Vai e Vem”. Era por lá que eu me informava. Fulano foi pro Flamengo. Ciclano negocia com Corinthians e Palmeiras. Beltrano vai jogar na Europa.

Enquanto meu pai e meus tios tomavam uma cerveja debaixo da sombra, mãe, irmã, primas e tias se revezavam entre tomar sol e caminhar. E eu na minha cadeira devorando o Vai e Vem.

14 anos depois volto pra Cabo Frio. Não é mais preciso comprar o jornal para saber do Vai e Vem. O imediatismo das informações não me permite aguçar a curiosidade e esperar 24 horas pelas novidades do Mercado da Bola. Agora tem esse tal de 3G, 4G, 5G. Ê saudade daqueles tempos…

Categorias: OpiniãoPágina inicial

Gabriel Godoy

Jornalista; frustrou-se na tentativa de ser um jogador profissional; peladeiro; apaixonado por futebol de campo, de rua, de botão, de vídeo-game...

Veja todos os posts de

Veja também:

  • Group F Japan v Brazil - World Cup 2006

    TEXTOS ANTIGOS DE UMA VELHA COPA

    Muitas vezes nos deparamos com textos, fotos ou objetos antigos que estavam esquecidos em nossa memória, mas tiveram um papel importante em nossas vidas.

  • infobox_wc1978_BLOG-CAPA

    Infográfico – Copa do Mundo de 78

    A história ilustrada da Copa do Mundo de 78. Faça o download do infográfico em alta resolução. É gratuito!

  • _capa chave da morte

    A Chave da Morte na Copa da Rússia

    As oitavas vão começar! No mata-mata o negócio é diferente, fica muito mais emocionante, ainda mais com a novidade dessa Copa: a "Chave da Morte"!