curiosidades_1934

Top 5 Curiosidades da Copa do Mundo de 1934

Quem é que não gosta de Copa do Mundo? Você conhece os bastidores e o que acontece fora das quatro linhas? Tem muita história curiosa por aí.

Confira o Top 5 Curiosidades da Copa do Mundo de 1934. Se você perdeu, confira aqui o post com o Mundial de 30.

 

1) País-sede – Propaganda fascista

O futebol já era bastante popular na Itália. E o primeiro-ministro populista Benito Mussolini enxergava o esporte, também como uma ferramenta de promoção do governo fascista. Em 1932, a FIFA oficializou o país como sede da próxima Copa do Mundo.

Obs: O sucesso da 1ª edição obrigou a FIFA a realizar as Eliminatórias. Em represália ao boicote que sofreu em 1930, o Uruguai decidiu ficar de fora e é até hoje, o único campeão mundial a não defender o título.

 

Itália fez valer o favoritismo na Copa do Mundo de 1934

Itália, favorita na Copa de 1934

2) Itália de Babel

A Itália era forte candidata ao título. Não apenas por conta da força da torcida e pela pressão sobre os árbitros – os anfitriões foram beneficiados pela arbitragem em alguns jogos.

Outro fator determinante, era a facilidade para conseguir a naturalização italiana. Para defender a Azurra, era preciso apenas ter sobrenome italiano.

Dessa maneira, cinco “estrangeiros” jogaram pela Itália, entre eles o argentino Luisito Monti (vice-campeão em 1930) e o brasileiro Anfilogino Guarisi Marques, ou Filó.

 

3) CBD x FBF

O futebol brasileiro vivia a transição entre as eras amadoras e profissionais, fase essa que já previa premiação/salário aos jogadores. Duas grandes entidades regiam o futebol no país: a CBD (Confederação Brasileira de Desportos) e a FPF (Federação Brasileira de Futebol).

No entanto, a FIFA reconhecia apenas a CBD (amadora), apesar de a maioria dos grandes clubes brasileiros estarem filiados à FPF (profissional). O Botafogo ainda vivia no amadorismo e por isso, o dirigente Carlito Rocha foi o indicado para montar a seleção.

Para tentar formar uma equipe forte, a saída encontrada pelo cartola foi contratar jogadores apenas para a Copa do Mundo. Os clubes não viram a estratégia com bons olhos e mais uma vez, o Brasil foi para o Mundial sem a força máxima. Dos 17 convocados, 15 pertenciam ao Botafogo, Vasco ou São Paulo.

 

4) Óculos

Já ouviu falar do suíço Leopold Kielholz? No jogo entre Holanda e Suíça pelas oitavas-de-final, ele se tornou o primeiro jogador a usar óculos em Copas do Mundo. E o acessório trouxe sorte. O atacante marcou dois gols na vitória de 3×2 de sua seleção. Ele ainda balançaria as redes outra vez nesse Mundial. Foi na derrota da Suíça para a Tchecoslováquia nas quartas-de-final.

 

5) Copa do Mundo… ou seria Eurocopa?

A Copa do Mundo de 1934 teve cara de Eurocopa. Isso porque 12 das 16 seleções eram do Velho Continente. Argentina, Brasil, Egito (a África estreava em Copas) e Estados Unidos eram os “intrometidos”.

No entanto, logo na primeira fase (oitavas-de-final) as quatro seleções de fora da Europa foram eliminadas. Confira os confrontos das quartas-de-final: Alemanha x Suécia; Itália x Espanha; Tchecoslováquia x Suíça; Áustria x Hungria.

Nunca mais em Copas do Mundo houve uma quartas-de-final com representantes de um único continente.

 

Fonte: O mundo das Copas, de Lycio Vellozo Ribas

Categorias: OpiniãoPágina inicial

Gabriel Godoy

Jornalista; frustrou-se na tentativa de ser um jogador profissional; peladeiro; apaixonado por futebol de campo, de rua, de botão, de vídeo-game...

Veja todos os posts de

Veja também:

  • infobox_ronaldo_BLOG-CAPA

    Infobox – Ronaldo Fenômeno

    Saiba tudo sobre a carreira de Ronaldo Fenômeno. Faça o download do infográfico em alta resolução. É gratuito!

  • 11_04_muricy

    Muricy Ramalho Facts

    #muricyfacts. Muricy Ramalho disse que é 10 x melhor que Pato, Osvaldo, Ganso e Luiz Fabiano. Será verdade?

  • infobox_wc1990_BLOG-CAPA

    Infográfico – Copa de 90

    A história ilustrada da Copa do Mundo de 90. Faça o download do infográfico em alta resolução. É gratuito!