Club Atletico de Madrid v UD Almeria - La Liga

¡Diego no es español!

Diego Costa não deveria ser convocado por Vicente del Bosque! Ele não é espanhol e o texto poderia simplesmente ser encerrado aqui, com esse argumento. O fato de legalmente ter se naturalizado, por tempo de permanência e trabalho no país não o torna mais espanhol do que brasileiro. Não é filho de espanhóis, não mora no país desde criança e jogou na seleção do Brasil não faz seis meses.

Por ter um passaporte do país e não ter jogado por uma competição com o Brasil, o atacante do Atlético de Madrid poderá ser convocado em breve por Vicente del Bosque. Para fins legais, Diego pode ser considerado espanhol. Para fins futebolísticos, não deveria.

Parece simples, e é.

A questão é que Diego Costa vive grande momento, mas não é um jogador sensacional desde sempre. Tem 25 anos e assume, há dois meses, o papel deixado por Falcão Garcia em seu time. Tem 10 gols em oito rodadas e está a frente de Messi e Cristiano Ronaldo na artilharia de seu campeonato.

Diego poderia ser útil na seleção brasileira, embora não seja, de longe, um nome incontestável. A fase é ótima, mas no geral não é muito melhor que Jô, Pato e não é melhor que Fred, o melhor entre os questionáveis centroavantes que temos. O mesmo acontece na Espanha. Vive fase melhor que Fernando Torres, Negredo, Soldado ou seu companheiro de time David Villa.

A questão não é contratual. A noção de a qual país se pertence não passa pela oportunidade ou não de jogar uma Copa do Mundo.

A FIFA pode e deve ter regras mais rígidas para casos de jogadores com dupla nacionalidade. Mas para casos mais complexos, de paternidade ou maternidade que envolvam diferentes países, se casualmente o atleta nasceu em um país que não é o dele, não é sua pátria reconhecida, etc.

No caso de Diego Costa, não é preciso uma regra mais rígida. É preciso somente do mínimo de decência. Não pode? Não. Por quê? Porque não é espanhol. Simples.

* Texto originalmente publicado em Blog do Bechler – 09/10/13.

Categorias: Parceiros / SeleçõesPágina inicial

Marcelo Bechler

Marcelo Bechler é de Belo Horizonte e comentarista em São Paulo da Rádio Globo. Torce pelo Barcelona, pela filosofia de não aceitar mau futebol.

Colaborador do FUTBOX | Seja um blogueiro do FUTBOX.

Veja também: