curiosidades_1974

Top 5 Curiosidades da Copa do Mundo de 74

Atentado terrorista. O bicho, a tabela, a taça. Caszely. Adidas com duas listras. Carrossel Holandês.

Leia o Top 5 Curiosidades da Copa do Mundo de 74. Confira também os posts das Copas de 1930, 1934, 1938, 1950, 19541958, 1962, 1966 e 1970.

 

1) Susto em Munique

Dois anos antes de receber a Copa do Mundo, A Alemanha Ocidental realizaria as Olimpíadas e por isso, aproveitaria os investimentos em infraestrutura para os dois eventos.

Entretanto, um episódio manchou os Jogos Olímpicos de Munique em 1972. O grupo palestino Setembro Negro invadiu o alojamento da delegação de Israel, matou dois atletas e fizeram outros nove de reféns. O grupo exigia a libertação de palestinos das prisões israelitas, o que foi prontamente negado pelo premiê israelense, Golda Meir e após negociações frustradas cinco terroristas, um agente da polícia alemã e todos os nove atletas reféns morreram em pleno andamento das Olimpíadas. Mesmo assim, a Copa do Mundo estava confirmada na Alemanha Ocidental.

 

2) O bicho, a tabela, a taça

"Copa do Mundo Fifa" - a taça entregue aos campeões mundiais a partir de 74

“Copa do Mundo Fifa” – a taça entregue aos campeões mundiais a partir de 74

Com o intuito de estimular as seleções que poderiam ficar receosas com a tragédia de Munique, a FIFA anunciou uma boa compensação financeira. Para garantir o prêmio em dinheiro, a entidade investiu em publicidade e até mesmo alterou a tabela do Mundial. A primeira fase seguia o modelo adotado nas edições anteriores, com as 16 seleções divididas em grupos de quatro. As duas primeiras classificavam-se, mas não para as quartas-de-final. Seriam formados dois grupos e as equipes mais bem-classificadas fariam a decisão.

O campeão ficaria com a posse provisória da nova taça, batizada como “Copa do Mundo FIFA” – uma réplica menor seria entregue de forma definitiva para a Federação. Os nomes das seleções campeãs são gravados na base da taça original – há espaço para contemplar o campeão até a edição de 2038. A taça, que então poderá ser trocada, vai ficar em poder da FIFA.

 

3) Vermelhou

Os cartões passaram a ser usados na Copa de 70. Porém, nenhum jogador foi expulso naquela edição. Dessa forma, o 1º jogador a receber um cartão vermelho em mundiais foi o chileno Caszely, expulso na derrota de 1×0 da sua seleção para a Alemanha Ocidental. A partida inaugurou a Copa do Mundo de 74.

 

4) A camisa de Cruyff

Johan Cruyff, o craque da Holanda, era patrocinado pela Puma, mas o material esportivo da Holanda era fabricado pela Adidas e assim, trazia as três listras na camisa. Para não atrapalhar seu patrocínio pessoal, a camisa de Cruyff foi personalizada com apenas duas listras. Foi ainda, a primeira Copa do Mundo a trazer a numeração nos shorts.

 

5) Carrossel holandês – Laranja Mecânica

A seleção holandesa encantou o mundo, com o inovador “Futebol Total” – os jogadores se revezavam nas posições dentro de campo. A seleção foi apelidada de “Carrossel Holandês” e “Laranja Mecânica”. Na final, contra os anfitriões, os neerlandeses chegaram ao 1º gol sem que os alemães encostassem na bola.

Mas assim como foi na Copa de 54 (quando virou para cima da Hungria na final), a Alemanha Ocidental reverteu o placar e chegou ao bicampeonato de Copas do Mundo. Os gols de Breitner e Müller garantiram o título da seleção anfitriã e explodiram de alegria os alemães que compareceram em peso o Olympia Stadion, em Munique.

Confira os melhores momentos da final no vídeo abaixo.

 

Fonte: O mundo das Copas, de Lycio Vellozo Ribas

Categorias: SeleçõesPágina inicial

Gabriel Godoy

Jornalista; frustrou-se na tentativa de ser um jogador profissional; peladeiro; apaixonado por futebol de campo, de rua, de botão, de vídeo-game...

Veja todos os posts de

Veja também: